O QUE FAZER DEPOIS DE UMA RELAÇÃO SEXUAL SEM PROTEÇÃO?

Esper Kallás e Vivian Iida Avelino-Silva - médicos infectologistas do Hospital Sírio-Libanês

Nas relações sexuais sem proteção, seja porque a camisinha não foi usada ou porque se rompeu durante a penetração, é maior o risco de ocorrer uma gravidez não planejada e, o mais assustador, o risco de infecção por agentes das doenças sexualmente transmissíveis.

Nesses casos, não adianta se desesperar. Existem medidas de prevenção que podem ser adotadas após uma relação desprotegida. Aqui, vamos nos concentrar na transmissão do HIV e deixar a discussão de outras DSTs para uma segunda oportunidade.

Depois do contato sexual, o HIV pode levar até 72 horas para conseguir atravessar a superfície dos genitais, vencer as defesas naturais do corpo e finalmente infectar a pessoa. Esse período pode representar uma janela de oportunidade terapêutica, pois existem alguns remédios contra o HIV que podem bloquear a infecção. O uso dessas medicações após contato sexual de risco recebe o nome de Profilaxia Pós-Exposição, também conhecida pela sigla PEP (do inglês, Post Exposure Prophylaxis).

 

Continue lendo no site abaixo:

http://drauziovarella.com.br/sexualidade/o-que-fazer-depois-de-uma-relacao-sexual-sem-protecao/