O MISTERIOSO DESAPARECIMENTO DO ESCOTEIRO MARCO AURÉLIO SIMON.

Foto de Marco Aurélio, e seu pai com o cartaz de "Procura-se", na época do seu misterioso desaparecimento.

 

N"o dia 08/06/1985, um grupo de 5 pessoas, sendo 4 garotos do grupamento de Escoteiros Olivetanos, cujo número de designação era"240", mais o seu instrutor e líder, subiram rumo ao Pico dos Marins próximo à cidade de Piquete no estado de São Paulo, mas somente 4 dos participantes dessa trilha retornaram.
Um deles, o escoteiro Marco Aurélio desapareceu de uma forma misteriosa e de certa forma "Sobrenatural", sem deixar qualquer tipo de pista ou rastro.
Iniciava-se nesse momento um dos maiores mistérios indecifráveis conhecidos no Brasil, o "Desaparecimento do Escoteiro Marco Aurélio Simon."

=================================================================================

O pai de Marco Aurélio Simon, Ivo Simon, conta que seu filho tinha 15 anos quando desapareceu.
Marco Aurélio estava em uma excursão no *Pico dos Marins, junto a seu grupo de escotismo, quando um dos escoteiros se machucou.
Marco Aurélio, como monitor da equipe, se ofereceu para ir à frente do grupo abrindo caminho e em busca de socorro.
O escoteiro partiu para sua missão, e desapareceu por completo, sem deixar qualquer vestígio.
Até os dias de hoje, com mais de 25 anos do seu desaparecimento, a família ainda sofre com a incerteza sobre o destino de Marco Aurélio, embora mantenha viva a esperança de reencontrá-lo.

 

[*O Pico dos Marins fica situado no município de Piquete, no estado de São Paulo, localizado na Serra da Mantiqueira, possui 2.420,7 metros de altitude a nível do mar, e é considerado o 2º maior pico do estado de São Paulo.
Para ser atingido é necessario subir encostas rochosas íngremes, porém é possível sua ascensão sem a utilização de equipamentos especiais.]

 

O jornalista Ivo e sua esposa não acreditam na morte do filho desaparecido.
"Em nenhum momento eu considerei meu filho morto", diz Neuma.
Foi em 8 de junho de 1985 que Marco Aurélio, acompanhado de mais quatro escoteiros e do guia, saiu de casa para uma excursão aoPico dos Marins [Coordenadas GPS: Latitude / Longitude: 22°30'1.51"S, 45° 7'17.63"W].

A viagem seria um teste para graduação dos escoteiros como "Sênior", caso conseguissem completar satisfatóriamente a missão.

O grupo era formado pelas seguintes pessoas:

 

- Marco Aurélio Bezerra Bosaja Simon ==> Escoteiro;
- Ricardo Salvione ==> Escoteiro;
- Osvaldo Lobeiro ==> Escoteiro;
- Ramatis Rohm ==> Escoteiro;
- Juan Bernabeu Céspedes ==> Instrutor e Líder do Grupo.

 

Quando o grupo subia em uma das trilhas íngremes que existem na região, em direção ao Pico dos Marins, um dos garotos, Osvaldo Lobeiro, sofreu uma luxação no joelho, impedindo o grupo de prosseguir o trajeto.
Com o objetivo de ajudar, o escoteiro Marco Aurélio Simon se ofereceu para ir na frente do grupo, abrindo caminho para passagem do amigo acidentado, e também para ver se encontraria alguma ajuda o mais rápido possível.

Com o consentimento do líder do grupo, Juan Bernabeu Céspedes, Marco Aurélio partiu na trilha em direção ao acampamento onde haviam se instalado, mas a partir desse momento, o garoto nunca mais foi visto, desapareceu por completo.
Durante 28 dias, policiais civis e militares vasculharam o pico a pé e com helicópteros.
Nenhum corpo, nenhum pedaço de roupa ou rastro na terra foram achados. Foi como se Marco Aurélio tivesse "evaporado".
A polícia procurou tão bem e de forma tão minunciosa, que um soldado perdeu uma faca no meio do mata e, na busca do dia seguinte, ela foi encontrada.
Mas não houve pistas do meu filho, diz a mãe.

 

Abaixo está exposta a imagem de satélite do "Pico dos Marins", onde nas proximidades, ocorreu o desaparecimento de Marco Aurélio:

 

 

 


A família desesperada percorreu o País em busca de todo tipo de notícia que chegava de Marco Aurélio.

Certa vez, um delegado perguntou se os pais acreditavam em discos voadores e sugeriu que fossem a Brasília e falassem com um general da Aeronáutica, conhecedor de fenômenos extraterrestres.
O general disse que podia comunicar-se com ET's por telepatia.
Desesperados e fazendo qualquer coisa para ter seu filho de volta, os pais disseram a ele que pedisse aos ET's a devolução do filho.
Nunca houve resposta por parte do General.

A seguir está exposta a imagem de satélite da cidade de "Piquete", local onde o grupo de escoteiros
chegou para fazer a trilha até o "Pico dos Marins":

 

 

 

Continue lendo no site abaixo:

http://www.alemdaimaginacao.com/Noticias/o_misterioso_deaparecimento_do_escoteiro.html

 

 

 

 

 

Operação Marins - Parte 2

Pico dos Marins

Segunda parta da entrevista com o autor do livro Operação Marins, jornalista Rodrigo Nunes. 

O livro investiga o desaparecimento do escoteiro Marco Aurélio no Pico dos Marins, cidade de Piquete/SP em 1985.

O caso até hoje é um mistério.

 

Categoria: Notícias e política

 

Licença: Licença padrão do YouTube